quarta-feira, 22 de novembro de 2017

POLÍTICA DE INDICAÇÃO DESMOTIVA FUNCIONÁRIOS DA AGÊNCIA ESTRADA NOVA

Para a política de indicação

Esta AFBEPA recebeu uma denúncia a respeito de uma situação bastante incômoda. Segundo informações, o Banpará indicou um funcionário que não pertence ao quadro de pessoal da Agência Estrada Nova para assumir a função de Geate. O principal é que essa decisão foi tomada passando por cima do funcionário da unidade que já estava exercendo a função e, não menos que isso, sem observar a avaliação da unidade acerca desse assunto.

O funcionalismo, é claro, se inconformou com essa atitude, pois  desrespeitou outro colega dessa agência  que já estava assumindo essa função e com louvor.

A AFBEPA entende que esse tipo de procedimento do Banco é prejudicial ao bom desenvolvimento dos trabalhos de qualquer unidade, pois gera a desmotivação dos funcionários, que dão o melhor de si no dia a dia do trabalho para engrandecer o Banco, como também na busca de melhorias na carreira.

É fato que esse tipo de medida, a de indicar funcionários para assumir determinada função, causa desequilíbrio no ambiente de trabalho, com o desgaste das relações e a desmotivação. Vamos imaginar um trabalhador dedicado e competente em suas atribuições, que se encontra apto para assumir alguma função comissionada na sua unidade. A direção do Banco, entretanto, coloca uma pessoa de outra unidade na vaga que poderia ser desse trabalhador dedicado e eficiente, ou seja, a imposição de uma indicação retira desse trabalhador o direito a uma merecida progressão na carreira. A permanecer essa política de indicação, as unidades de trabalho não terão autonomia para avaliar e, mesmo internamente, dar oportunidade a um funcionário da unidade que tenha mérito.

É normal o funcionário querer evoluir em seu local de trabalho, e se o Banco indica uma pessoa alheia ao trabalho daquele local para assumir funções comissionadas, ao invés de avaliar os funcionários que já estão ali e que têm as mesmas capacidades e competências, vai ocorrer que, as pessoas se sentirão menosprezadas e desrespeitadas, questionando inclusive seu desempenho, sua competência profissional, pensando que todo o seu trabalho e esforço não está sendo reconhecido. O trabalhador possui sentimentos, não é uma máquina.

É necessário que o Banco analise a realidade de cada unidade de trabalho para que as decisões tomadas sejam as melhores no sentido de resguardar a melhor política, e assim, incentivar e motivar os trabalhadores a progredirem em cada local, garantindo a todos a oportunidade que o desempenho do seu trabalho lhe confere.

Por um ambiente de trabalho saudável!

UNIDOS SOMOS FORTES!

A DIREÇÃO DA AFBEPA

Texto: Gleici Correa

Assessoria de Imprensa

terça-feira, 21 de novembro de 2017

BALANCETE FINANCEIRO DO 3º TRIMESTRE DE 2017 (JULHO/AGOSTO/SETEMBRO)


Dando continuidade à política de transparência das receitas e investimentos que a AFBEPA faz em beneficio dos associados e da luta dos bancários, publicamos a seguir o balancete do movimento trimestral referente aos meses de Janeiro, Fevereiro e Março de 2017, para conhecimento de todos.

BALANCETE FINANCEIRO DO 3º TRIMESTRE DE 2017 (Julho/Agosto/Setembro)

A Associação dos Funcionários do Banpará (AFBEPA), fundada em 02 de setembro de 1987, é uma Sociedade Civil de Direito Privado, de Caráter Profissional, sem fins lucrativos. A AFBEPA representa exclusivamente os funcionários do Banpará associados a esta Entidade, em questões judiciais e extrajudiciais. Nossas fontes de receitas constituem-se de mensalidades dos associados e taxas de convênios firmados (Uniodonto, Ótica Telégrafo, Carne e Sabor, Auto Escola Foca e Livraria dos Estudantes).

Atualmente a AFBEPA possui 803 associados de um total de mais de 2000 funcionários ativos no BANPARÁ. O desconto da mensalidade é feito em contracheque e, também, por meio de débito automático em poupança programada, que corresponde a apenas 1,5% do salário base de cada associado/a. Os valores que entram na AFBEPA não são fixos devido às solicitações de adesões e cancelamentos, demissões e falecimentos de associados.

RECEITAS DE CONTRIBUIÇÕES DOS ASSOCIADOS NO 3º TRIMESTRE/2017

Mensalidades dos associados

JULHO R$ 42.269,42

AGOSTO R$ 42.293,39

SETEMBRO R$ 44.308,98

TOTAL: R$ 128.871,79

TAXAS ADMINISTRATIVAS DE CONVÊNIOS FIRMADOS-3º TRIMESTRE/2017

JULHO R$1.934,39

AGOSTO R$2.048,67

SETEMBRO R$2.077,55

TOTAL: R$6.060,61

RECEITAS FINANCEIRAS

JULHO R$20,23

AGOSTO R$ 29,67

SETEMBRO R$ 9,01

TOTAL: R$ 58,91              

RECEITA TOTAL DO 3º TRIMESTRE = R$134.991,31

Receita Total é a soma das Mensalidades, Receitas financeiras e Taxas administrativas.

RECUPERAÇÃO DE VALORES DO 3º TRIMESTRE/2017
R$2.914,96

São percentuais descontados no 3º trimestre de 2017, referentes a vale transporte, ticket alimentação e plano de saúde, conforme dispõe a legislação trabalhista, nos contracheques dos funcionários da AFBEPA. São valores considerados apenas para lançamento contábil.

DETALHAMENTO MENSAL DA RECUPERAÇÃO DE VALORES DO 3º TRIMESTRE/2017:

JULHO R$ 1.059,68

AGOSTO R$ 927,64

SETEMBRO R$ 927,64

TOTAL: R$ 2.914,96

DESPESAS OPERACIONAIS POR RUBRICA

• Despesas com Pessoal - Essas despesas se referem a pagamento de salários e ordenados, vale transporte, ticket alimentação e plano de saúde dos funcionários: R$30.169,33

• Despesas Tributárias – (FGTS / INSS /PIS/IRRF/IMPOSTOS E TAXAS): R$10.172,46

 Despesas Financeiras - Essas despesas se referem a tarifas bancárias e manutenção de conta: R$833,00

 Despesas Administrativas - são as demais despesas abaixo descritas, que somam o total de: R$81.569,52
                                  
DETALHAMENTO DAS DESPESAS ADMINISTRATIVAS DO 3º TRIMESTRE/2017 – TOTAL : R$81.569,52

Despesas com telefonia fixa da AFBEPA (02 linhas) - R$1.460,41

Despesa com telefonia móvel (TIM) – R$863,18

Despesa com telefonia móvel (OI) – R$156,02

Condomínio - R$1.278,00

Aluguel da sede R$1.600,00

Locações de sala para o evento Bate-papo, acerca da Reforma Trabalhista, de equipamento de sonorização com microfone e técnico para o evento Bate-papo, de sala para a realização do curso de Redação e Gramática promovido pela AFBEPA a seus associados - R$1.437,50

Energia elétrica - R$1.912,78

Despesas com copa, cozinha e material de limpeza - R$770,68

Despesas com cartório em registro de Atas de Mudança de endereço e Prestação de contas/2016, reconhecimentos de assinaturas e autenticações de cópias de listas de presenças em reuniões da AFBEPA– R$407,20

Bens de natureza permanente, aquisição de três computadores e duas mesas operacionais – R$4.066,00

Despesas de viagem com locação de veículo (4 dias) para viagem ao Sudeste (Mojú, Tailândia, Goianésia, Breu Branco e Tucuruí) – R$783,00

Investimento com Transporte em Audiências no TRT, Assembleia e reuniões de Diretoria; reunião no Sindicato dos Bancários, entrega de brindes dos pais; e por ocasião do aniversário dos 30 anos da AFBEPA, em que houve necessidade dos funcionários e jornalista realizarem atividades da Associação externas e de urgência - R$1.116,89

Investimento com combustível em atividades da diretoria da AFBEPA com idas às Unidades do Banpará, Audiências, chamada para Assembleia, reuniões, Eventos como: aniversário de 30 anos da AFBEPA, Bate-papo, curso de Redação e Gramática – R$2.828,77

Investimento com alimentação, para Diretoria em eventos de interesse da categoria, lanches para a Assembleia Geral, e para associados que participaram dos eventos promovidos pela AFBEPA Bate-papo e curso de Redação e Gramática e para funcionários da AFBEPA em trabalhos extraordinários na preparação e entrega de brindes dos pais, em reuniões e Assembleia na AFBEPA - R$3.576,69

Vale transporte da Associação para atividades externas realizadas pelo funcionário da AFBEPA – R$558,00

Gastos com informáticaR$643,00

Material de expediente e escritório - R$847,20

Devolução de descontos indevidos a associados– R$2.044,57

Honorários do 3º Trimestre - Advogados: Dra. Valéria Fidellis / Dr. Marcio Tuma e Contadora: Sra. Benedita Soares - R$19.379,16

Brindes dos Pais/2017– R$9.066,50

Aniversário da AFBEPA (locação do espaço Chapéu Chinês, jogos de mesas e cadeiras plásticas, placa de homenagem ao senhor Nazareno Tourinho, embalagens para os brindes, buffet, cantora e acompanhante) – R$20.239,56

Visita da imagem da santa na AFBEPAR$173,30

Curso Redação e GramáticaR$1.257,70

EstacionamentoR$806,00

Doações de 240 camisas para evento do TRT – R$2.400,00

Legais e judiciais Ajuizamento de ação junto ao TRT – R$600,00

JurosR$28,51

Serviços prestados da diarista no 3º trimestre/2017 - R$700,00

Serviços prestados na análise de defeito e conserto de uma central de ar com troca de peça na sala 308 – R$250,00

Manutenção elétrica – R$120,00

Manutenção de uma central de ar – R$140,00

Manutenção do filtro de água – R$43,90

Confecção de 03 cópias de chave da porta principal – R$15,00

DETALHAMENTO DAS DESPESAS OPERACIONAIS – TOTAL: R$122.744,31

Despesas com telefonia - R$2.479,61

Aluguel – R$3.037,50

Condomínio - R$1.278,00

Energia elétrica - R$1.912,78

FGTS - R$1.823,11

INSS - R$7.118,54

PIS – R$134,99

IRRF Aplicação poupança – R$225,16

Plano de Saúde dos funcionários da AFBEPA - R$2.439,72

Vale transporte dos funcionários da AFBEPA – R$2.343,60

Vale transporte/empresa – R$558,00

Ticket alimentação dos funcionários da AFBEPA - R$4.467,15

Despesas com copa, cozinha e material de limpeza - R$770,68

Despesas com combustível– R$2.828,77

Despesas com alimentação - R$3.576,69

Gastos com informática – R$643,00

Despesas com Transporte - R$1.116,89

Material de expediente e escritório - R$847,20

Devolução de desconto indevido para os associados – R$2.044,57

Despesas bancárias - R$833,00

Salários e Ordenados dos Funcionários da AFBEPA -R$20.918,86

Honorários (Advogados / Contadora)- R$19.379,16

Manutenção e reparos – R$318,90

Serviços prestados -R$950,00

Despesas de viagem – R$783,00

Eventos sociais – R$20.412,86

Cartório – R$407,20

Bens de natureza permanente – R$4.066,00

Brindes – R$9.066,50

Estacionamento – R$806,00

Cursos – R$1.257,70

Donativos – R$2.400,00

Impostos e taxas – R$870,66

Juros e multas – R$28,51

Legais e judiciais – R$600,00

TOTAL DAS DESPESAS OPERACIONAIS –R$ 84.673,29

TOTAL DA RECEITA OPERACIONAL........... R$ 134.858,32

TOTAL DAS DESPESAS OPERACIONAIS...... R$ 122.744,31

Resultado do 3º Trimestre..........................R$ 12.114,01

No Resultado do 3º trimestre computa-se contas a pagar da AFBEPA, referente ao mês de setembro/2017 com vencimentos no mês de outubro/2017.

A DIREÇÃO DA AFBEPA

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

CADÊ A SEGURANÇA? MAIS DUAS UNIDADES DO BANPARÁ FORAM ALVOS DE BANDIDOS NESTA MADRUGADA

Agência Floresta do Araguaia

Na madrugada de hoje, 16 de novembro, mais duas unidades de trabalho do Banpará foram atacadas por bandidos, a Superintendência de Serviços Bancários - SUSER e a Agência de Floresta do Araguaia.
 
SUSER - Senador Lemos
A sede da SUSER foi invadida durante essa madrugada. O local foi todo revirado, mas ainda não sabemos o que foi levado e nem quantos criminosos participaram dessa ação. Nesse momento, uma equipe do setor de segurança do Banpará está no local, verificando as imagens das câmeras de segurança e fazendo uma vistoria técnica.
SUSER - Senador Lemos

Enquanto isso, os funcionários estão esperando a liberação do local para que possam voltar aos seus postos de trabalho.

SUSER - Senador Lemos
Com essa sucessão de ataques às unidades do Banpará, a pergunta que fica é: cadê a segurança? O problema da segurança carece de muita atenção e de medidas para melhorar essa situação. Não é possível que, dia após dia, vivamos com medo desses ataques. O Banpará precisa tomar uma atitude, a fim de combater esses crimes e garantir a segurança de todos.
 
Agência Floresta do Araguaia
Na Agência de Floresta do Araguaia, uma quadrilha promoveu o pânico na madrugada de hoje. Por volta das 1h30 da madrugada, cerca de nove homens munidos com armas de alto poder de fogo chegaram, em dois veículos, ao município de Floresta do Araguaia atirando inicialmente no prédio do Destacamento da PM. Enquanto isso, outra parte do grupo foi até a agência do Banpará e instalou explosivos nos caixas eletrônicos. Grande parte do banco foi destruída no ataque.

A Força Policial do município está sucateada, com uma estrutura precária o que dá ainda mais poder para esses bandidos cometerem esse tipo de crime, porque sabem que não serão impedidos. Essa questão de segurança pública deve ser analisada pelas autoridades competentes, pois vários municípios do interior passam por isso. É necessário haver mais investimentos em segurança, tanto por parte dos Governos quanto dos Bancos.

Segundo a Polícia Civil, Ainda não se sabe se a quadrilha conseguiu levar o dinheiro. Os bandidos saíram em fuga, rumo à zona rural do município. Policiais civis da Delegacia de Repressão a Roubos a Bancos (DRRB), vinculada à Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), e militares do Comando de Operações Especiais (COE) da PM foram deslocados de imediato via avião do Grupamento Aéreo de Segurança do Estado (Graesp). Policiais civis e militares da região de Redenção também foram deslocados ao município.
 
Agência Floresta do Araguaia
A SAÚDE DEVE SER PRESERVADA!

Assim como ocorreu na Agência Capitão Poço, a unidade de Floresta do Araguaia está cheia de lixo tóxico, como os resíduos dos explosivos usados para explodir os caixas eletrônicos, além da poeira contaminada. Esses resíduos são extremamente prejudiciais à saúde e, por isso, os funcionários daquela unidade não podem ter nenhum tipo de contato com o local contaminado. É preciso que uma equipe especializada seja chamada para fazer a avaliação e a limpeza do ambiente.

Não é possível que depois de todos esses ataques não sejam tomadas providências. Não podemos ficar nessa situação de apenas esperar para saber onde será o próximo ataque, vivendo sobressaltados, sabendo que não temos nossa segurança garantida.

Precisamos de políticas públicas e de mais investimentos em segurança por parte do Governo, assim como é necessário que o Banpará invista para garantir a segurança de suas unidades.  

UNIDOS SOMOS FORTES!

A DIREÇÃO DA AFBEPA

Texto: Gleici Correa

Imagens: Via/Whatsapp

Assessoria de Imprensa

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

NATAL SOLIDÁRIO SERÁ REALIZADO NO DIA 16 DE DEZEMBRO, FAÇA SUA DOAÇÃO!


No próximo dia 16 de dezembro, sábado, o Projeto Amigos Solidários realizará mais uma edição do Natal Solidário na Comunidade Nova Zelândia, situada no bairro Jaderlândia, em Ananindeua. Nesta edição, estão previstos atendimentos a 150 famílias, que irão ganhar Cestas básicas e brinquedos para as crianças.


A entrega dos produtos arrecadados será feita na Paróquia Cristo Peregrino, localizada na Rua União, também no bairro Jaderlândia, onde está programada a realização de uma grande festa natalina. O evento terá início a partir das 9h da manhã, além das cestas, o Papai Noel irá fazer a alegria dos pequenos, com a distribuição de 600 brinquedos e brindes, com guloseimas diversas. Também serão oferecidos lanches para todos os presentes.

Esse belo projeto teve início quando um grupo de amigos, funcionários do Banpará, se uniu em prol dessa causa nobre e desde então o projeto só cresceu. Muitos colegas do Banco se juntaram ao projeto, além de amigos e familiares, todos dispostos a ajudar a fazer o Natal de muitas famílias mais feliz. O projeto Amigos Solidários é um projeto independente, não tem vinculação com a instituição Banpará nem com o Governo. É uma iniciativa de amigos, que se uniram em prol de ajudar famílias carentes.


De acordo com Cláudio Nogueira, um dos coordenadores do projeto, “atualmente, contamos com mais de 200 amigos solidários, juntamente com seus familiares, que participam da arrecadação, organização e distribuição das doações, e ajudam a trazer um pouco mais de alegria para essas famílias”. Além da entrega das doações, Também haverá uma programação Cultural, com apresentação de um grupo de teatro infantil, com histórias de personagens da Disney. Será um dia de diversão e confraternização entre todos.


Geane Alcantara, também coordenadora, lembra como o projeto começou e faz um convite especial:

“São sete anos de Amigos Solidários, sete anos de uma grande corrente do bem que se iniciou com um grupo pequeno de amigos, dispostos a amenizar o sofrimento de algumas famílias em situação de risco e vulnerabilidade social; um pedido de ajuda que chegou até nós e que imediatamente nos motivou a dar a largada ao que seria um grande trabalho solidário. São mais de 150 famílias atendidas todos os anos, são 600 sorrisos inocentes de cada pequenino que estende a mão para receber os brinquedos, os bombons e o carinho. A nossa recompensa está em cada olhar de agradecimento e em cada obrigada, que inundam os nossos corações e nos garantem a sensação do dever cumprido, de que estamos fazendo a nossa parte em um mundo tão carente de amor. Hoje somos mais de 200 corações que pulsam em prol do amor e da solidariedade. Não temos rosto, religião ou opção política, somos apenas o Amigos Solidários Belém e queremos convidar você para abraçar a nossa causa. Vem com a gente, juntos pelo bem”

Você que ainda não fez a sua doação tem até o dia 12 de dezembro para fazê-la, basta entrar em contato com um dos coordenadores do Projeto Amigos Solidários: Francisco Noronha (91 9 8146-0838) ou Geane Alcantara (91 9 8182-0822). As doações também podem ser feitas por meio de depósito de qualquer valor na seguinte Conta: Banco 037, Agência 014, posto 00, Conta Poupança 612957-9.


Vamos fazer deste um Natal inesquecível para essas famílias, que tanto precisam. Esse é o momento de darmos as mãos e formarmos uma grande corrente do Bem, para tornar o Natal dessas pessoas mais digno a cada ano.

UNIDOS SOMOS FORTES!

A DIREÇÃO DA AFBEPA

Texto: Gleici Correa

Imagens: Página pessoal “Amigos Solidários Belém”

Assessoria de Imprensa