domingo, 29 de dezembro de 2013

AFBEPA: LUTAS E CONQUISTAS



Chegamos ao final de mais um ano de lutas e conquistas. Sabemos que ainda temos muito trabalho pela frente, mas vale a pena relembrar as vitórias de 2013:
 

















  • NOVEMBRO - FUNCIONÁRIOS E FUNCIONÁRIAS SUBSTITUTOS DE FUNÇÕES COMISSIONADAS, POR ADERIREM A GREVE DEIXARAM DE RECEBER AS SUAS COMISSÕES. A AFBEPA COBROU O PAGAMENTO, POIS ERA DE DIREITO, E TODOS RECEBERAM;




  

EXPECTATIVAS PARA 2014: 

Ter muita saúde, sabedoria, paz,  amor, fraternidade, solidariedade e segurança. 
E também: lutarmos por um Plano de Cargos e Salários - PCS humanizado, onde os adoecidos sejam promovidos, que seja definida qual penalidade retira a promoção; que tenha  no mínimo 90% de vagas para promoção por merecimento. Além disso, é fundamental a recuperação do nosso Ticket Extra; o pagamento de todas as Horas Extras realizadas; a imediata implantação do nosso ponto eletrônico; o pagamento da PLR aos adoecidos, enquanto perdurar essa condição, dentre outros interesses. 


Desejamos à todos os bancários e bancárias do Banpará um Feliz e Próspero Ano Novo!  


A Direção da AFBEPA.

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

GRUPO AMIGOS SOLIDÁRIOS É EXEMPLO DE FRATERNIDADE

  
Além de brinquedos os Amigos Solidários distribuíram lanches
 

    Há cinco anos, durante uma conversa com colegas de trabalho, Francisco Noronha resolveu desenvolver um projeto social para ajudar a comunidade carente de Novazelandia, invasão onde funcionava o antigo clube da Celpa. Em 2012 o sonho se transformou em realidade: mais de 700 famílias são atendidas pelo grupo Amigos Solidários.

                                                           O trabalho dos Amigos Solidários começou cedo 

 “Tudo começou durante uma reunião entre amigos de profissão. Muitos também são membros de comunidades religiosas. Eu fiz o projeto e apresentei para o grupo que fez algumas alterações. Nós o realizamos desde o ano passado. Já desenvolvia um trabalho social na comunidade de Novazelandia. Conheço a realidade daquelas famílias", revela Noronha.

                          As arrecadações aumentaram este ano

    Com o apoio da paróquia Cristo Peregrino, situada na rua União, no bairro do Jaderlândia,  que cede o espaço para que seja feita a ação social, o Natal de várias crianças da comunidade de Novazelandia não passou em branco. Foram distribuídas 100 cestas básicas e 350 unidades de brinquedos. Também foram sorteados 6 unidades de eletrodomésticos. Até o Papai Noel apareceu para fazer a alegria da criançada.  
 
Até o Papai Noel ajudou no Natal da comunidade de Novazelandia

  "Lá existem muitos pais e mães carentes que moram numa área de invasão onde não há saneamento, água encanada, coleta de lixo, entre outros serviços básicos. A maior parte trabalha como  autônomo ou sobrevive com o auxílio do Bolsa Família. Essas condições acabam expondo aquelas famílias ao tráfico", destaca Noronha.

                                      Alguns integrantes  do Projeto Amigos Solidários

  Além de Francisco Noronha, também ajudam a desenvolver o projeto social: Cláudio Nogueira, Walter Custódio, Neldson Aires, Gilberto Cavalcante, Roseane Fernandes, Jadson Wanzeler, Mauro Leão,  Itamar Ribeiro, Marcy Cabral, Márcia Monteiro, Rafaela Monteiro, Paulo Márcio, Eduardo Monteiro, Lucas Barreto, Adria Andress, Nadya Newman, Marina Campos, André Madorra, Felipe Ozela, Paulo Vitor, Shaula Maia, Sandra Magalhães, Sílvia Miranda, Dulcylene Assunção, Renato Penner, Miguel Ângelo, Gisele Maciel, Alex Lira, Fernando Loureiro, Geane Alcântara, Milene Coelho, entre outros. 

Fotos: Fábio Alcântara, Thaís Nogueira e Rejane Melo.

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

A AFBEPA DESEJA UM FELIZ NATAL PARA TODOS OS FUNCIONÁRIOS E FUNCIONÁRIAS DO BANPARÁ


Todos sabem que, para muitos, o Natal dos paraenses já começa em outubro por causa do Círio de Nossa Senhora de Nazaré. É desde esse período que ficamos mais fraternos e solidários uns com os outros. 

O que precisamos entender é que o espírito natalino deve continuar durante todo o ano e não apenas em uma parte dele. Devemos ser tolerantes, compreensivos, amáveis e humanos todos os dias.

A labuta do dia a dia, a convivência com o próximo, as dificuldades da vida, o individualismo, as diferenças de pensamentos e os incentivos à competição acabam por nos endurecer. Esquecemo-nos do Amor Divino, da Justiça, dos sentimentos que outrora, quando éramos crianças, aflorava em nossos corações.

Que neste Natal procuremos cultivar cada vez mais o Amor ao próximo, a paciência, o perdão, a justiça, a humildade, a solidariedade e a perseverança. Esses são os votos sinceros da Associação dos Funcionários e Funcionárias do Banpará-AFBEPA à todos os bancários e bancárias e seus familiares.

      FELIZ NATAL!!!

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

ENCONTRO REÚNE ADMINISTRADORES DE AGÊNCIAS E PABS



Presidenta e vice presidenta da Afbepa no 1º dia do Encontro de Administradores do Banpará

Na última quinta-feira, 19, no Hotel Crowne Plaza, teve início o Encontro de Administradores do Banpará, evento que reuniu funcionários da capital e interior do Pará. O encontro vai até esta sexta, 20, data da festa de confraternização do funcionalismo do Banpará que também acontece no Crowne.

Encontro ocorre durante os dias 19 e 20 de dezembro
 

Kátia Furtado e Cristina Quadros, respectivamente Presidenta e Vice-Presidenta da AFBEPA, estiveram presentes no Hotel Crowne Plaza, desejando aos funcionários do Banpará votos de Feliz Natal e um ano novo cheio de saúde, paz, prosperidade e valorização do trabalho desempenhado. Além disso, foram distribuídos os jornais da AFBEPA e respondidos alguns questionamentos formulados sobre a relação de trabalho.

                   Evento contou com a presença de funcionários da capital e interior do Pará

“Foi muito prazeroso abraçar e conversar com os colegas que estão participando do encontro, principalmente os do interior, que menos temos contato, é um momento único”, lembra Cristina Quadros. “Nos dias atuais, de tanta corrida por lucro, em que somos vistos como meras máquinas de produzir resultados, e esse contexto contribui para estarmos cada vez mais distantes um do outro, foi importante madrugarmos, para estarmos bem cedo no Encontro, levando a todos a mensagem que somos humanos, queridos e amados. Para a AFBEPA somos fundamentais” ressalta Kátia Furtado. 

Kátia Furtado e Cristina Quadros dialogaram com todos os funcionários
 

A AFBEPA deseja um encontro proveitoso e que não sejam fixadas apenas metas de lucros, mas também metas de valorização da vida de cada funcionário e funcionária do Banpará.

FUNCIONALISMO DO BANPARÁ APRECIA AS AÇÕES COLETIVAS ENCAMINHADAS PELA ASSESSORIA JURÍDICA DA AFBEPA E APROVA AÇÃO DO FGTS

Foi aprovada pelo funcionalismo do Banpará, por unanimidade, a Ação Coletiva pela reposição das diferenças do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A decisão foi tomada na última assembléia geral extraordinária realizada pela Diretoria da AFBEPA, no dia 16 de Dezembro de 2013, na sede da Associação, com a presença dos advogados Márcio Tuma e Manuella Coutinho, do escritório Tuma e Moraes Advogados Associados, que está à frente desta e de outras ações.

Tuma explicou que a ação coletiva envolverá todos os empregados do Banpará, mas alertou que as decisões judiciais atualmente existentes são desfavoráveis ao trabalhador. “Por isso nós estudamos com profundidade o assunto e, a partir desse aprofundamento, concluímos pela melhor estratégia processual a ser utilizada na defesa dos interesses da categoria”, ressaltou o advogado.

Tuma deixou claro que essa é uma ação complexa, que envolve valores vultosos e cuja procedência poderia ampliar em cerca de 80% o saldo do FGTS de cada trabalhador do Banpará. “Estamos convencidos da viabilidade jurídica da ação, porém não se pode deixar de considerar a dificuldade da mesma em razão da elevada despesa que traria ao governo, certamente na casa dos bilhões, o que será levado em conta pelo julgador”, avalia.

A presidente da AFBEPA, Kátia Furtado, e as diretoras Cris e Joventina também defenderam com veemência a ação do FGTS. “A gente tem consciência de todas as dificuldades, mas também acreditamos que juntos, unidos, como tem sido o nosso trabalho, nós vamos conseguir mais essa vitória para os bancários e bancárias do Banpará”, afirmou a presidenta.

Outros pontos discutidos foram a Vantagem Pessoal Provisória (VPP), que hoje o Banpará paga para quem bem entende. A luta do jurídico da AFBEPA é para exigir que sejam adotados critérios para a VPP.

Na audiência realizada, o Banpará apresentou uma série de documentos sob argumento de que já existe um regramento, porém, diferente do que ocorre em outros bancos, em que as normas e informações são acessíveis à rede, no Banpará não há essa acessibilidade, segundo argumentou Tuma. 

“Os funcionários do Banpará vivem em um clima de insegurança jurídica, visto que a eles não é disponibilizada a totalidade dos normativos vigentes no banco e suas respectivas alterações em ordem cronológica. O que exigimos são regras claras e acessíveis a todos”, disse o advogado, ressaltando que na hipótese do Banpará negar o pagamento da VPP em razão de um suposto ilícito cometido pelo empregado, o terá de fazer em decisão fundamentada, que permita o exercício da ampla defesa pelo empregado.


Tuma ainda tratou sobre a ação de desaposentação, na qual o empregado se aposenta pelo INSS, mas permanece com o vínculo trabalhista  e após se desligar busca um benefício mais favorável, que considere todas as contribuições feitas ao INSS após a aposentadoria. Segundo ele, a AFBEPA já ajuizou ação de protesto na Justiça Federal em relação a esse tema, o que garante ao associado da AFBEPA mais tranquilidade para buscar o seu direito, sem que seja prejudicado pela prescrição. 

Por fim, Tuma ainda esclareceu todas as dúvidas dos presentes sobre as ações de 7ª e 8ª horas extras ajuizadas pela AFBEPA, demonstrando como as mesmas estão tramitando pelo Judiciário Trabalhista.

A presidenta da AFBEPA, Kátia Furtado, encerrou a Assembleia agradecendo e destacando que o escritório Tuma e Moraes está aberto para qualquer esclarecimento sobre todos esses pontos, bem como a própria Diretoria da entidade. “Nós vamos manter atualizações periódicas do que está acontecendo, e contamos com a participação de todos em mais essas lutas que teremos em 2014. E o que podemos reiterar, sempre, é que JUNTOS SOMOS MAIS FORTES”, encerrou Kátia.

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

AFBEPA ENTREGA BRINDE E DESEJA SAÚDE E FELIZ NATAL AOS BANCÁRIOS

Os associados AFBEPA em todo o Estado do Pará já começaram a receber os brindes deste final de ano, com votos de toda a Diretoria para que tenham um Feliz Natal e ótimas Festas encerrando 2013, além de muita saúde e realizações em 2014.
A opção da Diretoria da AFBEPA este ano foi por uma squezze flexível, que pode ser levada na bolsa ou engatada ao cinto. A ideia é que os bancários e bancárias associados possam fazer uso durante a jornada de trabalho no banco, ou ainda para se hidratar durante a prática de exercícios esportivos.
Kátia Furtado, presidenta da AFBEPA, ressalta a preocupação da Associação com a saúde dos trabalhadores do Banpará. "Durante todo este ano nós falamos muito sobre os altos índices de adoecimentos, decorrentes das metas abusivas que levam ao excesso de trabalho extra e também outros tipos de doenças, como as lesões por esforço repetitivo, entre outras. Para simbolizar toda essa nossa preocupação com a saúde, estamos entregando esse brinde especial lembrando da importância da hidratação através da água para a nossa saúde", afirma.


quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA


A Associação dos Funcionários do Banpará - AFBEPA, aqui
representada por sua Diretoria, na forma dos arts. 11, II, 13, II e 15, Parágrafo Único, do Estatuto Social vigente, vem, por meio do presente edital,convocar os Associados Efetivos, para participarem da Assembléia Geral Extraordinária (AGE) que se realizará em 16.12.2013, às 18:00h, na Sede Administrativa da AFBEPA, com endereço na Tv. Antonio Baena, 103-Altos, entre 25 de setembro e Duque de Caxias, Belém-PA, a fim de deliberarem sobre as matérias adiante discriminadas: 

a) Balanço Geral das ações efetuadas pela
Associação no ano corrente. 

b) O que ocorrer.
 
A AGE se instalará em 1ª Convocação às 18:00h, mediante a presença da maioria absoluta dos seus associados (art. 14).
Não havendo quórum em 1ª Convocação, a AGE se instalará em 2ª Convocação, às 18:30h, com qualquer número de presentes.

Belém, 11 de dezembro de 2013. 

A Diretoria da AFBEPA

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

SAIBA MAIS SOBRE O PCS:


 
1)  Que em janeiro de 2014 ocorrerá uma promoção excepcional, para todos os funcionários que tenham dois (2) anos de efetivo exercício no Banpará, sendo que este tempo será apurado dentro do período de 01/01/2012 a 31/12/2013.   

    O artigo 17 do regulamento do plano de cargos e salários disciplina que para efeito de contagem de serviço efetivo computam-se também as seguintes situações
        -cessão, que não acarrete suspensão do contrato de trabalho;                                                       
  -licenças: acidente de trabalho, casamento, maternidade, paternidade, adoção, prestação de serviços militares, licença prêmio, licença luto, licença para cuidar de pessoa enferma na família, licença para tratamento de saúde até o 15º dia.  
     

2)  Que verticalmente o plano de cargos e salários do Banpará tem um percentual de 5% entre os níveis salariais;


3)  Que a tabela do plano de cargos e salários é composta por 35 níveis;


4) Que no final do ano de 2009, o banpará, unilateralmente, com a anuência da entidade sindical, modificou o tempo acordado entre as partes, para promoção por antiguidade que era de 2 (dois) anos e passou a ser de 4 (quatro) anos, conforme Regulamento do Plano, Art. 13. Na época a Afbepa contratou a Dra. Paula Franssineti para mudar essa situação, mas o processo foi extinto sem resolução do mérito pela Justiça Trabalhista, por entender que o sindicato já tinha um acordo na 11ª Vara do Trabalho, com o banco. Atualmente, por força da nossa luta, modificamos o tempo da promoção por antiguidade para 3(três) anos e neste ano desatrelou-se a promoção por antiguidade e merecimento;


5)  Que significativa parte dos bancários e bancárias do Banpará estão colocados nos primeiros níveis da tabela, a exemplo de pessoas com 30 anos de banco, com mais de 40 anos de idade, enquadrado no nível 7;


6)   Que não podemos aceitar mais qualquer modificação prejudicial para as nossas vidas, pois nesta campanha salarial solicitamos a integração em nossos salários das promoções por antiguidade (jan/2013 e jan/2016), e o banco veio com o debate em mesa de negociação de somente desatrelar as promoções se o marco inicial de contagem para promoção por antiguidade fosse alterado para jan/2014, o que tivemos que concordar, para que o funcionalismo tivesse acesso a promoção por antiguidade; ocorre que a promoção por merecimento também foi alterada, sem debate algum em mesa e com a categoria. Depois apenas uma reunião na Justiça do Trabalho resolveu a nossa campanha salarial 2013/2014,entretanto ela não enfrentou o tema do plano de cargos e salários;


7)   Portanto, nós bancários e bancárias do Banpará, nesse ano de 2014, temos a missão de buscar defender as mudanças necessárias no PCS, como:



  • Na concomitância de promoção por antiguidade e merecimento, o índice a ser aplicado deve ser o de 5%, e não de 2,5%, conforme previsão no regulamento do PCS, art. 13, parágrafo 5º. Essa modificação foi realizada unilateralmente pelo Banpará;

  • Que os afastados por doença após o 15º dia tenham o direito a serem promovidos; 

  • Que tenha um quantitativo de no mínimo 90% de pessoas promovidas por merecimento;

  • Que seja definida qual penalidade disciplinar afasta o empregado da promoção por antiguidade, uma vez que no regulamento atual do pcs, art. 13, parágrafo 2º, todas as penalidades são motivo de não promoção nessa modalidade.



Esses são alguns pontos importantes do plano de cargos e salários que precisam nos unir nesse ano de 2014. Estamos de parabéns por termos feito um bom combate, alguns entraves ainda estão nos nossos caminhos, mas é assim mesmo, precisamos sempre acreditar que os venceremos.



              Unidos somos fortes!

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Saiu na mídia

Notícia de interesse da nossa categoria, publicada  na coluna Repórter 70, do jornal O Liberal, no último sábado, 30 de Novembro de 2013:

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

BANPARÁ DA BR É ASSALTADO COM CÁRCERE DE GERENTE

A insegurança continua rondando e atingindo os bancários e bancárias do Estado do Pará. Nesta sexta-feira, 29/11, mais um assalto foi registrado no Banpará, desta vez na agência da BR-316, no quilômetro 8, em Ananindeua. 

A modalidade de assalto conhecida como “sapatinho” vitimou o colega gerente da agência e companheiro de lutas coletivas. Os bandidos adentraram sua casa de madrugada e mantiveram sequestrados em cárcere privado os seus dois filhos, para terem acesso ao dinheiro do Banco.

Estima-se que foi levado cerca de R$ 300 mil em dinheiro, mas a auditoria ainda está trabalhando nesse levantamento. No entanto, a vida dos bancários e seus familiares não tem preço, e todos os dias eles estão expostos a uma rotina de insegurança, não importa se é na capital ou no interior. O investimento em segurança pública, especialmente focada nos serviços bancários, não vem acontecendo em nenhuma região do Pará.

A AFBEPA registra com profundo pesar e atitude de protesto pela insegurança e falta de investimentos nas agências do Banpará, tanto para quem está trabalhando e usando o serviço dentro das agências, quanto para as famílias dos companheiros que ocupam cargos estratégicos como as gerências e tesourarias. “Queremos respeito, valorização e investimentos no que é fundamental: A VIDA HUMANA”, afirma a presidenta da AFBEPA, Kátia Furtado, imediatamente após ser informada da ocorrência no Banpará da BR-316.

O mais grave, ainda segundo Kátia Furtado, é a atitude do Banpará, tentando esconder da sociedade o assalto ocorrido na agência. “O Banpará tenta esconder da sociedade o que vivenciamos como trabalhadores bancários, já que no seu comunicado à população, em lugar de falar a verdade, afixou um aviso de que a agência encontra-se fechada por ‘falta de comunicação’, o que é uma inverdadeQueremos investimentos urgentes em segurança, o ser humano não pode continuar exposto desse jeito”, protesta Kátia Furtado, que também manifestou sua posição enquanto cidadã em sua página pessoal na rede Facebook.


quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Banpará revogou mudança de horário que explorava bancários e bancárias

No último dia 27 de novembro os bancários e bancárias de Agências e PABS do Banpará, na Capital e interior do Estado, tiveram uma grata surpresa. A SUNEG/GERAG divulgou um novo aviso circular sobre o horário de funcionamento das unidades do Banpará, que retornam ao normal, mais uma grande vitória para os trabalhadores do Banco, pela qual a Afbepa vinha lutando nos últimos dias.

Com o Aviso Circular 279, de 27/11/2013, o Banpará voltou atrás e revogou o aviso anterior, de número 254, datado de 25/10/2013, em que alterou o horário de funcionamento das suas unidades, como já havia sido publicado no Blog, Clique aqui para ler

A alteração havia sido feita pelo Banpará após a Campanha Salarial, como forma de explorar cada vez mais os bancários e bancárias, utilizando como pretexto a compensação de jornada em 1 hora, acordada com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), em virtude da nossa greve, justa e legítima.

Ocorre que na decisão a Direção do Banpará esqueceu de ouvir o seu Setor de Saúde e o seu Setor de Segurança, pois nas duas questões, há estatísticas sociais reveladoras de um quadro alto de adoecimentos entre os trabalhadores, além da insegurança, com um grande número de assaltos, principalmente no "sapatinho", onde há uma grande atuação das quadrilhas no interior do Estado.

Demonstrando razoabilidade o Banpará revogou a medida que faz retornar às Unidades os horários praticados antes, e que nunca deveriam ter sido modificados.


A presidenta da AFBEPA, Kátia Furtado, ressalta que a entidade recebeu com muita alegria a notícia. “Nós da Diretoria da AFBEPA esperamos sinceramente que o valor da vida seja sempre maior, e que o respeito e a valorização humana sejam as bússolas que guiem os caminhos de todas as decisões”, destaca Kátia, lembrando sempre que UNIDOS SOMOS FORTES!