sexta-feira, 19 de setembro de 2014

A maior parte da Categoria, já sabe quem é quem nessa história

Em uma matéria questionável e em grande parte inverídica, veiculada no site do Sindicato dos Bancários do Pará, no dia 18 de setembro de 2014, a Direção Sindical quer induzir a categoria a erro, mas a AFBEPA crê que isso não colará, pois quem acompanha de fato o que essa gestão atual vem fazendo com a categoria sabe discernir o joio do trigo.


Vamos aos fatos que essa Gestão Sindical divulga:

Primeiro Ponto, o Título: "A oposição que os banqueiros gostam!"

Ora, poupem a categoria de uma afronta dessa natureza. Hoje, a AFBEPA conquistou um alto percentual de Legitimidade no coração da categoria por causa de sua Luta e defesa incansável dos Interesses e Direitos do Funcionalismo do Banpará. 

A AFBEPA incomoda tanto que ao fim da luta da Campanha Salarial 2012/2013, a Direção do Banpará retirou a liberação de uma das dirigentes da AFBEPA. Esse foi o mesmo ano, onde a Direção do Banpará iniciou a Campanha não assinando o Ajuste Prévio, que manteria as nossas conquistas de 2011.


Segundo Ponto: "Fique atento! Tem gente em campo fazendo o jogo dos patrões".

A Categoria já sabe, e muito bem, quem faz o jogo dos patrões.


Terceiro Ponto: "Em 2012, a sereia cantou no Banpará. Naquele ano a proposta da oposição de antecipação da greve levou os trabalhadores do Banpará a perder o tíquete extra de R$ 3.000,00 (três mil reais), pelo qual estamos lutando até hoje para reconquistá-lo".

Grande parte dos bancários e bancárias do Banpará acompanha a luta da AFBEPA para somar Direitos, Manter Conquistas e defender os nossos Interesses. Em 2009, lutamos junto com o funcionalismo contra o Banpará, a Contraf, Fetec, Sindicato e Governo, pela implantação do nosso Plano de Cargos e Salários. Foi uma Luta árdua, mas vencemos!

Ata da assembleia que aprovou a Ação de Cumprimento na Justiça do Trabalho em 2009

A AFBEPA junto com o Funcionalismo lutou por Eleições Diretas para a escolha dos Representantes nos Comitês, que ficava ao bel prazer de indicação do Sindicato dos Bancários. Fomos Vitoriosos!!

A AFBEPA teve que lutar contra o Sindicato, por causa da Anulação de Eleição para o CONSAD, quinze minutos antes do seu término, sem que nunca houvesse uma explicação para o candidato prejudicado e a categoria que votou.

Desde 2008, a implantação do Ponto Eletrônico está parada. No Encontro Estadual de 2010, um Dirigente da Contraf falou no Encontro que o Sindicato poderia até aquiescer com a prorrogação de prazo para o Banpará, mas que solicitasse contrapartida, o que não ocorreu.

Pois é, são várias as inoperâncias da Entidade Sindical, que não Luta, não tem firmeza e é negligente.

A perda do Tíquete Extra se deve única e exclusivamente ao fato do Sindicato dos Bancários do Pará ter assinado o ACT 2012/2013. Se não concordava por que assinou??

Tanto é isso que a Justiça do Trabalho tem dado improcedência do nosso pedido por causa da conduta sindical.

Ano passado, novamente, o Sindicato fez em torno de 400 trabalhadores perderem o direito à Promoção no PCS em janeiro/2015. Por quê?? Porque concordaram em assinar algo que não se debateu em mesa, a mudança de marco para promoção por Merecimento. 

Quando a Presidenta da AFBEPA foi ler o documento do Banpará, atentou que tinha esse ponto que não havia sido debatido em mesa, e, rapidamente, encaminhou um email para todos os dirigentes da mesa solicitando assembléia da categoria e reunião com o Banco, mas não houve resposta.

Email da Presidenta da AFBEPA, Kátia Furtado, enviado às dirigentes sindicais


Para refletir:

  • Em 2011, o funcionalismo do Banpará fez 3 (três) dias de greve, conseguimos com a greve e a nossa Unidade: Melhor Reajuste do Anuênio; Tíquete Extra de R$-3.200,00; Uma Promoção no PCS para Todos, entre outros, e a AFBEPA, diante desse cenário, não pediu ao funcionalismo que continuasse em greve.


  • Em 2012, a Direção do Banpará, já em agosto, não assinou o Ajuste Prévio, o que significava o desinteresse em manter as nossas conquistas, como não manteve o nosso Tíquete Extra.


  • Em 2013, seguimos o calendário da CONTRAF, sem maiores perdas para o Banpará, pois assim o Sindicato quis, contudo o Tíquete Extra não nos foi devolvido.


Então o que justifica até agora a sua retenção e sequestro pela Direção do Banpará??

Se em 2012 a desculpa foi a perda que o Banpará teve com a greve antecipada, em 2013 não houve greve antecipada e o Lucro aumentou, então por que se mantém o sequestro??

A maior parte da Categoria, já sabe quem é quem nessa história. As inverdades não têm colado.

E, por fim, é absolutamente fundamental para a Categoria Bancária um Movimento de Oposição que melhore o que está posto.

É hora de trabalhar! A AFBEPA em todas as suas divulgações tem chamado o funcionalismo a defender o nosso interesse neste momento: a luta por maiores e melhores salários. Este é o único momento do ano que temos para defender esse interesse.

VAMOS À LUTA!!!

UNIDOS SOMOS FORTES.

Um comentário:

Anônimo disse...

E o vale cultura que nem implementado foi, mesmo já tendo sido clausulado desde o acordo passado?