terça-feira, 8 de outubro de 2013

PRESIDENTE DA ALEPA SE COMPROMETE A TENTAR ABRIR DIÁLOGO COM VICE-GOVERNADOR

Cris, Toninho, Jô e Kátia, na ALEPA, defendendo nossa Luta!

Dep. Edmilson recebendo a AFBEPA
Hoje, desde as 9h, a AFBEPA esteve na ALEPA para buscar um canal de diálogo através dos deputados estduais junto ao vice-governador Helenilson Pontes, que é também presidente do Conselho de Administração do Banpará, no sentido de negociar a pauta econômica da nossa Minuta de Reivindicações, já que a direção do Banco não o faz, apesar de dizer que está aberta a fazê-lo. Fontes tem apontado o vice-governador como a pessoa que travou as negociações nas seis mesas que já ocorreram até agora, nas quais, absolutamente nada foi apresentado pelo Banpará como contraproposta.

Kátia Furtado, Cristina Quadros, Joventina Marques e Toninho Bechara foram recebidos pelo Dep. Edmilson Rodrigues, PSOL, que leu, na Tribuna, uma moção de apoio à Greve, com pedido de abertura do diálogo a partir de uma posição mais flexível por parte da direção do Banco. O Dep. Edmilson também criticou o não pagamento da Ciriana, caracterizando a atitude como sendo uma retaliação, um constrangimento ao legítimo e legal direito de Greve.

Ao descer da Tribuna, o Dep. Edmilson chamou os deputados Eliel Faustino, Ítalo Mácola e José Megale, e articulou com os demais Deputados, solicitando ao Presidente da ALEPA que recebesse a AFBEPA, juntamente com a representante da Fetec/cn, Vera Paoloni.

O Presidente Márcio Miranda (PSDB) encaminhou a Comissão de bancárias e bancários à sala vip da ALEPA, juntamente com os deputados Edmilson Rodrigues (PSOL), Alfredo Costa (PT), Augusto Pantoja (PPS) e Raimundo Santos (PEN).




Na sala vip, a Presidenta da AFBEPA Kátia Furtado relatou, em breves palavras, nossa luta, a força da nossa Greve, focando sempre nos principais pontos de reivindicações: o retorno do Tíquete Extra e as promoções no PCS, dentre outras. Na entrega do documento (clique aqui, para ler) ao Presidente da ALEPA, que o recebeu em mãos (foto), e aos demais deputados, Kátia fez questão de mostrar e explicar que o Tiquete Extra é um direito nosso, por ser uma sobra da nossa PLR! Finalizou reforçando o pedido para que o Presidente da ALEPA abra um canal de negociação diretamente com o vice-governador.

 





O Presidente Márcio Miranda manifestou-se compreendendo as demandas apresentadas e afirmando que irá, pessoalmente (não apenas por telefone, mas pessoalmente) conversar com o presidente do Banpará e com o vice-governador para tentar encontrar uma saída negociada para a Greve. Da mesma forma se manifestaram os demais deputados. Kátia Furtado agradeceu ao Presidente da ALEPA, Márcio Miranda pelo empenho que o deputado terá em ajudar na negociação e agradeceu ao deputado Edmilson Rodrigues que abriu o canal junto à ALEPA e manifestou-se, na Tribuna, a favor da nossa Greve e pelo atendimento de nossas reivindicações. O Presidente da ALEPA ficou de dar uma resposta via o deputado Edmilson Rodrigues.



Na saída da ALEPA, Kátia Furtado deu entrevista e depois foi convidada a se manifestar no Ato dos Trabalhadores em Educação coordenado pelo SINTEPP, cuja categoria também está em Greve e se mobilizava para entrar em negociação na Assembléia Legislativa. Kátia reafirmou seu apoio incondicional aos trabalhadores em educação e pelo atendimento de suas justas pautas, ao mesmo tempo em que agradeceu o apoio sempre presente do SINTEPP às lutas dos Bancários e Bancárias do Banpará.

Veja a repercussão de nossa visita à ALEPA nos Blogues do Dep. Edmilson Rodrigues (clique aqui) e da jornalista Franssinete Florenzano (aqui).

Colegas, não baixemos a cabeça! Mantenhamos nossa Greve firme e forte! A Luta continua! Nossa Greve cresce e se fortalece! Não aceitaremos migalhas!

PELO RETORNO DO TÍQUETE EXTRA NO VALOR DE R$ 5 MIL REAIS PARA CADA FUNCIONÁRIO!

PELA PROMOÇÃO POR ANTIGUIDADE, PARA TODOS, RETROATIVA A JANEIRO DE 2013 E PELA PROMOÇÃO POR MERECIMENTO EM JANEIRO DE 2014!

PELA INCLUSÃO DE ASCENDENTES E DESCENDENTES MAIORES DE IDADE NO PLANO DE SAÚDE!

POR REAJUSTE ACIMA DA FENABAN, JÁ QUE TEMOS O MENOR SALÁRIO ENTRE OS BANCOS PÚBLICOS, e demais reivindicações!





NA LUTA É QUE SE AVANÇA!

UNIDOS SOMOS FORTES!







*

2 comentários:

Anônimo disse...

Essa é a nossa guerreira Kátia Furtado, sempre ao lado dos bancários e bancárias do Banpará. Quem deveria estar buscando essas ajudas seria o GRAAANDE sindicato. Ei, sindicato, kd vcs??

Anônimo disse...

Parabéns pela luta. Coragem. Buscar as nossas melhorias. AFBEPA vai em busca mas o Sindicato não colabora. Difícil assim. Vamos nos unir e exigir as nossas reivindicações pois damos lucros e não somos melhor recompensados.
Não podemos abalar. Exigir nosso tíquete extra de volta e aumento maior que a Fenaban. Pois nosso salário está bem abaixo dos outros.