terça-feira, 25 de setembro de 2012

REJEITADA EM MESA PELAS ENTIDADES A CONTRAPROPOSTA APRESENTADA PELO BANPARÁ.


Foi rejeitada na quarta mesa de negociação a contraproposta apresentada pelo Banco, que coloca a renovação do ACT na maioria das cláusulas, exceto no índice de reajuste e na PLR, onde o Banpará afirma seguir apenas as cláusulas da Convenção da Fenaban, o que significa a perda dos 2% a mais e do tíquete extra. 

O Banco continua afirmando que não vai avançar na negociação das cláusulas econômicas e não aceitamos essa limitação. Queremos discutir nossas reivindicações econômicas e garantir as conquistas necessárias para nossas vidas!

Temos uma grande vitória nesse momento que ressalta ainda mais a justeza e a legalidade da nossa greve, que é uma greve de consciência, de adesão, um movimento voluntário e forte: a queda do mandado se segurança do Banco!


Estamos na luta, até a vitória!

TODOS E TODAS NA ASSEMBLÉIA, AGORA, NO SINDICATO!

UNIDOS SOMOS FORTES!






*

3 comentários:

Anônimo disse...

O problema é exclusivo deles. Nós continuamos parados até onde for possível e que abaixem essa imbecil guarda. Vamos entrar 2013 em greve e nunca se farão de doidos. Eles estão, com certeza, esperando a nova proposta da Fenaban de hj. Dependendo do que venha, ou se a categoria vai aprovar, vão se manifestar definitivamente.

Anônimo disse...

Colegas, os tiquetes extras e os 2% da plr não são as primeiras conquistas que o banco tirou da gente. Lembram quando o nosso piso era maior do que o da Fenaban? Lembram como perdemos esse piso diferenciado? Vou refrescar a memória de vocês, foi na campanha de 2010. A Fenaban havia prometido reajuste de 16% no piso, elevando para R$1.250,00. Só que o nosso piso era de R$1.128,00, superior ao da fenaban. O banco, ao invés de seguir o indice de 16%, preferiu seguir o valor do piso. Com isso, o indice real de reajuste foi de 10,8%, 3,3% maior que o indice proposto pela Fenaban para as demais verbas (7,5%). O que houve é que nós (DIGO NÓS MESMOS) não interpretamos corretamente a mensagem que o sindicato nos enviou pelo celular e APROVAMOS A PROPOSTA, ACEITAMOS A DESVALORIZAÇÃO DO NOSSO PISO acreditando que houve uma grande conquista.
Colegas, a greve não é do sindicato, não é da Afbepa. A greve é nossa! Se perdemos o piso diferenciado, A CULPA FOI NOSSA! Tudo bem que o sindicato poderia ter esclarecido melhor a proposta, MAS NÓS TEMOS PLENAS CAPACIDADES MENTAIS PARA ANALISAR O QUE O BANCO NOS PROPÕE E DIZER NÃO QUANDO ACHAR A PROPOSTA INSATISFATÓRIA. Somos nós que decidimos os rumos da greve. Somos nós que decidimos o que é melhor.
Não vamos cometer o mesmo erro de 2010. Sempre bato na mesma tecla: VAMOS ANALISAR MELHOR O QUE O BANCO NOS PROPÕE. Não vamos aceitar orientação de terceiros (sindicato, por exemplo). É muito simples.

Anônimo disse...

Concordo! Mas vamos ser maliciosos, vamos cobrar do sindicato textos claros para que todos entendam, não podemos ser enrolados outra vez pela direção do banco, para sairmaos da greve que aliás foi muito bem antecipada... digo muito bem pq realmente havia necessidade de sairmos na frente pelas nossas conquista. A Afbepa fez muito bem em puxar essa greve antecipada e se DEUS quizer vamos sair vitoriosos de mais essa.