segunda-feira, 3 de setembro de 2012

EXCELENTE A ASSEMBLÉIA DE ORGANIZAÇÃO DA GREVE! RETALIAÇÃO: PRESIDENTE DO BANPARÁ CASSA LIBERAÇÃO DA PRESIDENTA DA AFBEPA.


Bastante participativa e representativa a Assembléia de organização da greve que ocorreu hoje. O auditório do Sindicato estava lotado e os bancários e bancárias de várias agências que reafirmaram a correta estratégia para quebrar a intransigência do Banpará, que se nega a negociar as legítimas cláusulas econômicas da Minuta específica de reivindicações.

Os funcionários não aceitam o desrespeito da direção do Banco e tem a independência e a coragem necessárias para arrancar, na luta, o que lhes é de direito, por todo o esforço e dedicação que tem garantido os recordes de lucro do Banpará.

RETALIAÇÃO: BANPARÁ CASSA LIBERAÇÃO DA PRESIDENTA DA AFBEPA
Em uma atitude claramente retaliadora, a assessoria do presidente do Banpará telefonou, hoje pela manhã, para a Presidenta da AFBEPA, Kátia Furtado, determinando, de ordem do presidente, que a mesma se apresentasse no Banco, dessa forma, cassando a liberação da Presidenta da AFBEPA. 

Tal liberação sempre existiu desde a fundação da Associação. Em 2007, essa liberação foi formalizada em uma negociação direta entre o Banpará e a AFBEPA, e foi confirmada no ACT 2011/2012, que perdeu a vigência em 31 de agosto último, e o Banco não o ratificou.

O curioso é que não apenas a presidenta da AFBEPA foi liberada via o ACT, mas também quatro dirigentes sindicais, porém, nenhuma das quatro funcionárias teve cassada a sua liberação, nenhuma das quatro funcionárias foi chamada pelo Banpará a se apresentar, apenas a Presidenta da AFBEPA.

Quando recebeu a ligação, Kátia Furtado estava se dirigindo a um atendimento de urgência e emergência devido a uma forte dor nos rins. Recebeu o atendimento e retomou a agenda de visitas e mobilizações nas agências do Banpará, deixando claro que não aceitará retaliações. 

Já estão sendo tomadas todas as medidas jurídicas cabíveis para resguardar o direito adquirido pelo costume que, há 25 anos, é exercido de liberação da presidência da AFBEPA. A Associação dos Funcionários é um patrimônio da luta, da garra e da esperança dos bancários e bancárias do Banpará e não se dobra a nenhuma chantagem ou tentativa de retaliação!

Com coragem e independência haveremos de vencer, porque temos a razão, estamos certos! Nada temos a perder, a não ser nossa dignidade, nossas conquistas, nossa história de lutas! Vamos à greve, vamos à vitória!




UNIDOS SOMOS FORTES!




*

3 comentários:

Anônimo disse...

A greve já começou pegando fogo. Infelizmente o nosso presidente, numa demonstração de extrema arrogância e falta de educação, empurrou a nossa diretora Odineia quando ela simplesmente abriu a porta da agência para ele entrar. Tudo bem que não esperávamos que o Sr presidente aceitasse bem a greve, que pode atrapalhar os candidatos do partido do Jatene, mas baixar o nível a esse ponto?
Manteremos a greve firme e forte até sermos respeitados, e para mostrar para essa diretoria que nossa categoria é forte e unida e não aceitaremos migalhas e agressões.

Anônimo disse...

Mas esperar o que? de um sujeito que vem demonstrando há muito tempo sua prepotência, arrogância, despreparo psicológico e má educação, por onde passa? Fazendo parte de um governo com as mesmas características e insensível aos aspectos sociais,que só considera as pessoas como números e massa de manobras, e sempre agindo em proveito próprio e de sua turma, e que, mais recentemente, disparou a revogada obra prima da portaria 97, era de esperar outra coisa?

Anônimo disse...

O que o nosso Governador Jatene esta esperando para demitir um sujeito tão arrogante e incompetente como esse sujeito? Como nos podemos eleger para prefeito de Belém o Sr. Zenaldo Coutinho, que foi mentor deste individuo, colocando ele na preisdencia do Banco.Lei Maria da Penha nele.Agressor de Mulher. Talvez ele não tivesse a coragem de agredir se fosse um homem.