quinta-feira, 13 de setembro de 2012

DENÚNCIAS - BANPARÁ ESTARIA ATENTANDO, DE TODAS AS FORMAS, CONTRA O DIREITO DE GREVE


Recebemos denúncias que, ao se confirmarem, poderão configurar mais uma atitude descabida por parte da diretoria do Banpará, no sentido de atentar contra o legítimo e legal direito de greve dos bancários e bancárias. Segundo as denúncias, como o assédio para que bancários furem a greve não está surtindo o efeito desejado pelo Banco, estaria a diretoria do Banpará providenciando o deslocamento de colegas do interior para abrir os caixas da Agência Centro, na capital.

Já passou a hora dessa diretoria tratar com a devida responsabilidade a condução desse conflito causado unicamente por sua intransigência. É preciso, mais do que nunca, inteligência emocional, flexibilidade e vontade política para resolver o impasse, que não será solucionado com atitudes reativas.

A direção do Banpará está agindo na contramão do governo estadual que, recentemente, tem negociado com algumas categorias para evitar conflitos e greves, como no caso da Uepa, onde o governo ofereceu 16% de reajuste para os funcionários.

Não adiantará gastar tanto dinheiro com deslocamentos e diárias de bancários, para tentar abrir uma agência em Belém, o que pode, inclusive, em meio à greve, oferecer riscos às vidas das pessoas e ao patrimônio do Banco. A saída do impasse continua na mão da direção do Banpará e está no diálogo, no respeito, e em contrapropostas viáveis que, efetivamente, atendam às justas reivindicações da categoria. Tudo o que o Banco não tem feito, mas pode parar, recuperar a calma e a razão, e fazer, a partir de agora.



UNIDOS SOMOS FORTES!





*

11 comentários:

Anônimo disse...

A tática do banco é clara: trazer colegas do interior para reabrir as agências da capital,para posteriormente enfraquecer o movimento com o argumento de que o pessoal da capital não está mais aderindo à greve. Torço para que esses colegas que estão sendo "assediados" (com diárias), recusem essas ofertas e mantenham a greve forte. Chega de truques, banqueiros! Vamos jogar limpo, na mesa de negociação, com propostas plausíveis! Mantemo-nos unidos rumo à vitória.

Anônimo disse...

Infelizmente tem colegas que eu conheço que além de não aderir a greve, são capazes de aceitar essa proposta. Estou em greve, mas no momento não posso me deslocar para Belém. Confio nos colegas da capital, principalmete, na Katia e sei que ela não vai deixar barato essa ação desesperada e desonesta do banco. Com fé em Deus, os mentores dessa ação serão severamente punidos.

Anônimo disse...

Queria denunciar também a pressão psicologica feita pelos diretores para que os funcionários da matriz voltem a trabalhar, sendo que alguns desses diretores andaram visitando todas as superintendências que estão sob sua administração, aparentemente como uma forma de pressionar e observar quem esta ou nao em greve. Funcionários temem grevar e sofrer retaliação após a greve, perdendo suas funções.

Anônimo disse...

Vou aproveitar a leva e denunciar casos de assédio moral na matriz, onde estão interfonando para saber quem faltou ao trabalho naquele dia,e naquele setor,a fim de, com certeza, massacrarem, como é da estirpe dessa administração anti-Cristo, os faltosos, que decidiram apoiar a greve. Eles podem fazer e acontecer na Justiça. E nós, que temos o direito constitucional de ficar na greve, como ficaremos amanhã junto ao banco??? Isso só pode ser coisa do diabo na cabeça desse tal presidente. Esse cara está emitindo o seu próprio passaporte para o inferno. Cuidado, presidente, o mundo está louco e cruel, e não refresca mais ninguém.Hj o senhor é presidente. Amanhã estará ao nosso lado numa relés mesa de superintendência.

Anônimo disse...

Por favor, Afbepa intensifique a greve na Matriz, ajude-nos a grevar, chamem mais gente para bloquear parcialmente o acesso ou constranger nossa entrada. Estamos sofrendo coação para nao grevar com "orientações" dos chefes em tom de ameaça, a maioria dos colegas estão extremamente insatisfeitos com o desrespeito do presidente e sua diretoria e somente nao grevam porque a pressão esta muito forte, principalmente nos setores mais próximos dos diretores. O mandado de segurança que o banco impetrou deveria ser contra os diretores, porque sao eles que nao estão respeitando nosso direito de ir e vir e de viver dignamente.

Anônimo disse...

Esse Sindicato sabe dos desmandos, descasos e abusos dessa diretoria, mas prefere agir pelas vias da justiça, que nem sempre é rápida e favorável aos trabalhadores. É necessário um corpo a corpo, debates com os colegas que estão sendo coagidos, e até esclarecimentos sobre o direito de greve. Nossos colegas estão sendo abandonados nas mãos dessa turma de "dinossauros" que ocupam cargos de chefia na matriz. Fazem o que a diretoria manda, mesmo sabendo que é errado; ameaçam os subordinados; agem como verdadeiros TIRANOS! Chega dessa corja! Torço para que uma nova diretoria mande essas "velharias" para as agências para aprenderem a ser gente. Sobre o sindicato, só posso dizer uma palavra: vergonha. Foram contra a greve desde o início; aceitaram essas propostas rebaixadas do comando nacional (o Sindicato do Maranhão aprovou reajuste de 22%), fica agendando reuniozinhas no TRT com medo de que a greve se prolongue e prejudique os patrões. Vamos, sindicato. Faça algo contra a tirania dos diretores e subordinados diretos. Enquanto a Katia corre de um lado para o outro para defender nossa causa, vocês ficam agindo no silêncio, agendando reuniões que não darão em nada. No dia que a Katia assumir o sindicato, as coisas vão mudar, e para melhor.

Anônimo disse...

Anônimo das 00:17, as entidades EFBEPA e SINDICATO estão fazendo sua parte e com grande esforço e dedicação, diga-se de passagem. Existe uma máxima que diz que o "Sindicato somos nós, nossa força é a nossa voz" e que vale para todos nesse momento. Portanto temos que fazer a nossa parte e no caso dos funcionários da Matriz, cabe a cada um ter que fazer a sua parte, o que significa, GREVAR, não comparecer ao trabalho. Nossos direitos são certos, não há o que temer, o medo é adversário das grandes vitórias e aliado, nesse caso, de nossos patrões, e essa decisão de que lado ficar está contigo!Vamos lá, sem medo de ser feliz!Vamos nos unir e lutar dignamente, com coerência e de cabeça erguida!

Anônimo disse...

temos que colocar para f****com essa presidencia e com essa diretoria fortalecendo nossa greve e nossos colegas que grevam em casa (esperando plr cair na c/c) devem se mobilizar e ir para para a matriz para colocarmos pressao e nao ficar postando um monte de opniao que nao resulta em nada,quero ver se a presidencia vai fazer descomissionamento em massa

Anônimo disse...

Por falar em futuras eleições, o sucesso atual são os vídeos do OLHA o ZÉNALCOOL AÊ! postados no Yuotube. Apesar de hilários, espelham a realidade desse candidato dos FARSANTES! Assistam! E divirtam-se! Nóis sofre mas nós goza!

Anônimo disse...

Art. 9º, da CF:
É assegurado o direito de greve, competindo aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercê-lo e sobre os interesses que devam por meio dele defender.

Lei 7.783/89, Art. 6º:
São assegurados aos grevistas, dentre outros direitos:
§ 2º É vedado às empresas adotar meios para constranger o empregado ao comparecimento ao trabalho, bem como capazes de frustrar a divulgação do movimento.

SE VC NÃO SABIA, SAIBA AGORA E SAIA DE SUA SALA. NÃO DÊ FORÇAS PARA OS NAZISTAS.

Franciane disse...

A maioria dos funcionários da matriz querem grevar, mas sentem medo de serem descomissionados. E isso realmente pode acontecer! lógico que não de imediato, mas com o passar do tempo, para que não fique tão evidente o motivo, pois realmente eles são covardes e não querem que seja exercido o direito a greve.