quinta-feira, 7 de outubro de 2010

EM DESESPERO, DIREÇÃO SINDICAL ATACA A AFBEPA, A CATEGORIA E A ASSEMBLÉIA QUE REJEITOU A PROPOSTA DO BANCO

É lamentável que a atual direção do sindicato tenha chegado a esse ponto para defender os interesses do governo e da direção do banco, contra os interesses dos bancários. Hoje, passaram de todos os limites do peleguismo quando atacaram a legítima decisão da assembléia e os próprios funcionários que votaram, rejeitando a proposta do banco.

Em uma postagem lamentável em seu site, insinuam que os bancários e bancárias não raciocinam, não têm independência, não são inteligentes o suficiente para decidirem por suas próprias convicções e compreensões. Afirmam, que tristeza, que a AFBEPA teria manipulado e confundido os bancários e que, por isso, a proposta do banco foi rejeitada na assembléia.

CUIDADO, ALERTA: ANUNCIARAM MAIS UM GOLPE QUE ESTÁ SENDO ARMADO CONTRA A CATEGORIA

É inacreditável aonde chegaram: atacam a AFBEPA, a assembléia e a categoria, só porque a maioria dos bancários não votou com a proposta do governo e do banco, defendida pelo sindicato. E, pior, anunciam um verdadeiro golpe que está sendo armado: afirmam que a proposta rejeitada voltará, em uma outra assembléia, a partir de um abaixo-assinado articulado pelo próprio sindicato, pelo governo e pelo banco. Mas, para uma diretoria capaz até de descumprir o Estatuto do sindicato quando lhe convém, pode-se esperar de tudo. Nem o Levy ousou tanto!

TODAS AS CONTRAPROPOSTAS FORAM ELABORADAS PELOS BANCÁRIOS E CONJUNTO COM A AFBEPA, INCLUSIVE EM ASSEMBLÉIA

A diretoria do sindicato esqueceu que durante e após a assembléia, todas as contrapropostas apresentadas não foram formuladas unicamente pela diretoria da AFBEPA, mas por um grupo de mais de 20 bancários que, reunidos e amparados na AFBEPA, porque sabem que a Associação está ao seu lado de verdade, buscaram, com muita humildade e seriedade, sintetizar uma contraproposta a partir do que foi colocado pelos funcionários na assembléia.

A diretoria do sindicato esqueceu que a proposta de transformação dos 2.500 em tíquete para 2.500 em dinheiro, foi primeiramente feita na assembléia pelo funcionário Doriedson, assim como os 2% sobre o salário, em substituição aos 2% sobre a PLR foi proposta do bancário Fábio. Nenhum dos dois compõe a direção da AFBEPA. Quando os referidos funcionários fizeram ambas as propostas na assembléia, a direção do sindicato as acatou. Da mesma forma, a direção do sindicato acatou e se comprometeu a entregar à direção do banco a contraproposta formulada pela comissão de funcionários tirada após a assembléia e, inclusive, ajudou a reescrever alguns ítens da referida contraproposta.

Todos os que estavam na reunião entre a comissão e o sindicato lembram, por exemplo, que quando a bancária Edileuza apresentou a contraproposta à presidenta do sindicato, a mesma questionou e exigiu que ficasse bem claro que os 2% sobre o salário eram em substituição aos 2% sobre a PLR. Rosalina afirmou que o banco jamais aceitaria os percentuais a mais sobre os dois ítens e que a comissão teria que reescrever essa parte da contraproposta para deixar bem claro que haveria uma substituição, ou seja que o banco daria os 2% sobre o salário, mas não sobre a PLR. Curiosamente, agora, a direção do sindicato diz que quer os percentuais sobre os dois ítens. Será isso um sinal de que o banco poderá oferecer tal proposta? tomara que sim. A AFBEPA apoia totalmente essa possibilidade e torce para que o banco ofereça 2% a mais sobre a remuneração e 2% a mais sobre a PLR.

DESESPERO: AS MÁSCARAS CAÍRAM DE VEZ E FICOU MUITO CLARO DE QUE LADO O SINDICATO ESTÁ

A verdade é que, agora, todas as máscaras caíram e os atuais diretores do sindicato já não têm mais como esconder seu atrelamento ao governo e à direção do banco. Por isso, apelaram. Num ato de total desespero, resolveram atacar a AFBEPA que lutou e conquistou o PCS para os funcionários e que nessa campanha salarial tem se colocado como a única trincheira de luta dos bancários e bancárias do Banpará. Publicaram em seu site um monte de mentiras tão confusas, tão absurdas que, sinceramente, nem merecem uma resposta.

A prática é o único critério da verdade e, na prática, todos os bancários e bancárias do Banpará sabem muito bem a qualidade da ação da AFBEPA, que tem se pautado pela defesa dos interesses, direitos e conquistas dos funcionários. Os bancários e bancárias sabem, da mesma forma, muito bem, quem trai os seus interesses, direitos e conquistas. Está bem claro. Diante de atos, palavras são desnecessárias.

A AFBEPA FAZ UM CHAMADO ESPECIAL NESTE MOMENTO

A HORA É DE UNIÃO E FORÇA NA DEFESA DOS NOSSOS INTERESSES!
A HORA É DE SERENIDADE E FIRMEZA NA DEFESA DOS NOSSOS DIREITOS!

VAMOS SEGUIR ADIANTE!
SE O SINDICATO ESTÁ CONTRA NÓS, VAMOS NOS UNIR MAIS AINDA E SEREMOS MAIS FORTES! NÃO VAMOS ACEITAR PROVOCAÇÕES DESQUALIFICADAS! E VAMOS TORCER SEMPRE PARA QUE, UM DIA, A DIREÇÃO DO SINDICATO VENHA PARA O NOSSO LADO, DEFENDER OS BANCÁRIOS E NÃO OS GOVERNOS E DIREÇÕES DE BANCOS.


NÃO VAMOS PERDER TEMPO COM PICUINHAS! VAMOS LUTAR MAIS PARA CONQUISTAR MAIS! É NOSSA VIDA QUE ESTÁ EM JOGO! ESSA É A NOSSA HORA, É A NOSSA DATABASE, É O NOSSO DIREITO DE LUTAR PARA MELHORAR NOSSAS VIDAS E DE NOSSAS FAMÍLIAS!

TODOS E TODAS FORTALECENDO NOSSA GREVE E QUE NESTES DIAS QUE ANTECEDEM O CÍRIO, A PAZ E A FÉ SEJAM NOSSA MAIOR FORÇA, QUE A UNIÃO E A ESPERANÇA ESTEJAM EM NOSSOS CORAÇÕES. VAMOS ADIANTE! UNIDOS, SOMOS FORTES! SOMOS IMBATÍVEIS! UNIDOS SOMOS MAIS, COLEGAS, CONTINUEMOS CADA VEZ MAIS UNIDOS E MAIS FORTES!




*




3 comentários:

Anônimo disse...

Para combater sindicato pelego só existe uma saida: desfiliação em massa!!!

Anônimo disse...

E outra!
Nada de mandar sua carta de desfiliação pelo correio ou malote!
Pois eles ignoram!

Quem puder, entregar diretamente no sindicato em duas vias pra ser protocolado e termo como acompanhar e cobrar caso eles não atendam o pedido.

Ass. Bancário do Banpará Interior que já mandou por malote e não teve seu pedido atendido.

Da maneira q estão as coisas, é compreensível o anonimato. Pois o instrumento q pagamos pra nos defender, nos agride e nos ignora.

DESFILIAÇÃO EM MASSA, JÁ!

Kátia, estamos contigo!

Anônimo disse...

Em duas não aceitam. Faça em três vias.

Desfiliação em massa já!!