segunda-feira, 14 de setembro de 2009

CAMPANHA SALARIAL 2009/2010

ASSEMBLÉIA JÁ!!!

A AFBEPA solicita a todos os colegas que liguem e enviem e-mails ao Sindicato dos Bancários pressionando para que convoque uma assembléia de funcionários específica do Banpará.
O Sindicato divulgou em seu site que a direção do Banpará se recusa a negociar a minuta com a pauta de reivindicações do funcionalismo nesta Campanha Salarial 2009/2010. Alega a direção do banco que vai apenas cumprir o que decidir a mesa nacional com a Fenaban.
Isto é grave! Impensável em se tratando de um governo petista, cuja dirigente superior, no caso, a governadora Ana Júlia, é uma bancária que sempre defendeu a mesa local de negociação quando era do MOB - Movimento de Oposição Bancária e depois parlamentar.
Diante da atual situação da Campanha Salarial, a ASSEMBLÉIA específica de bancários e bancárias do Banpará é a única instância com legitimidade reconhecida para decidir seus rumos. ASSEMBLÉIA JÁ!!! É o que clama a AFBEPA.



9 comentários:

marlon disse...

Quero me solidarizar com os colegas do BANPARA pela postura antidemocrática da direção do banco, que se nega a negociar as cláusulas específicas. Não se pode aceitar tal postura. Assim, continuem firmes na luta para que dejam respeitados seus direitos. Parabéns AFBEPA.

Paulo disse...

acho que a decisão mais acertada e esperar a decisão do comando nacional, uma assembleia dos funcionarios do banpara neste momento seria inoportuna pois naum teria o que decidir, já nada foi decido a nivel nacional
afinal uma andorinha só naum faz verão, temos que nos unir.
como acho tambem que afebepa deveria se unie com o sindicato e parar de brigar com ele, porque isso só é ruim pra nos funcionarios que naum tem nada ver com a briga deles

AFBEPA disse...

Prezado Paulo,

A pauta nacional é comum a todos os bancos, no entanto temos uma pauta local, tanto que há uma minuta de reivindicações aprovada em assembléia pelo funcionalismo, que é a direção do banco que se recusa a negociar. Historicamente sempre foi e é, a nível nacional, inclusive, a assembléia o fórum a decidir os rumos da Campanha Salarial. Por isso, por uma questão de justiça e democracia, a AFBEPA clama pela realização da assembléia de funcionários do Banpará, onde todos, igualmente participam, contribuem e decidem.
Quanto ao trabalho unificado com o Sindicato, sempre foi, é e será a AFBEPA a tentar essa unidade. Os fatos demosntram claramente, no entanto, quando os interesses e direitos do funcionalismo estão em jogo, a AFBEPA ficará ao lado funcionalismo, como no caso do PCS.
Agradecemos seu comentário.

marlon disse...

Cocordo com o Paulo. Acho que as associações(AEBA, AFBEPA,ANABB)têm
um papel relevante nas lutas da categaria; mas não podemos fazer um movimento sem o sindicato, que nos representa legitimamente. Em qualquer
ato, o sindicato deve estar junto com as associações, pois lembrando o valho Marx "Trabalhadores do mundo, uni-vos!". Vamos à luta juntos!

Fernando disse...

Então, o Comando Nacional indicou a greve a partir de 24 de setembro e cadê a nossa assembléia? Aquela paralisação de fachada na Senador Lemos não me convenceu nem um pouco. Assembléia Já! Com democracia e participação de todos. É assim que deve ser levada essa Campanha Salarial, como as outras né?
Unidade, sim, mas na defesa dos interesses e direitos da categoria Marlon e não da direção do banco e do governo do estado. Queremos o Sindicato junto com a AFBEPA, mas defendendo a gente.
No PCS eles só entraram com a ação de cumprimento porque votamos na assembléia. Ficaram com medo da assembléia?

Anônimo disse...

A verdade é que quando o Sindicato convoca a assembléia, aparecem no máximo 30 bancários pra decidir tudo. Vale a pena? Será que os bancários do Banpará querem mesmo a assembléia? Acho que todo mundo quer mesmo é ficar bem quietinho no seu canto e ver uns poucos a dar a cara a tapa por eles. A maioria não quer saber de assembléia e nem de paralisação não. Democracia? Com essa descrença toda na política que a gente vive? Tô fora. Não acredito mais em nada disso. Ilusão. Esqueçam democracia e assembléia e vão é trabalhar e se capacitar pra ganhar melhor.

Anônimo disse...

Peraí, alguém ainda acha que dá pra comparar qualquer coisa que se disse no passado com o que tem sido feito nesse governo pela governadora? AFBEPA, santa ingenuidade, gente!
Me perdoem, mas tudo o que foi dito um dia pelos nosso atuais comandantes no governo do estado, incluindo a mandatária maior, com todo o respeito, foi completamente esquecido, pessoal. O passado, passou, agora aguentem.

Anônimo disse...

Partido, Sindicato, Associação, tô fora! Política é uma coisa só. Não importa o selo, é tudo igual. Depois que estamos vendo esses governos, tanto aqui, como lá. Tudo igual, me desculpem. Agora que a Kátia defendeu nosso PCS, isso não dá pra negar. Excessão à regra. É a minha opinião e pronto.

Anônimo disse...

Anônimo das 18:36. Nós trabalhamos muito. Somos capacitados e damos nosso suor diariamente. A maior prova estão aí os lucros do banco. Quem você acha que faz esse banco no dia-a-dia? Nós, o funcionalismo. Mas não é por isso que temos que nos acorvadar e nos calar diante de tudo não! Se o banco se recusa a negociar e nos desrespeita com a questão do PCS, temos o DIREITO de nos manifestarmos e lutarmos SIM! Não aceitamos a humilhação acima (18:36) e pelo nosso trabalho, que é duro, temos o direito de ganhar melhor sim!